• duv.idoso

Boletim Duv-idoso 25/06/2020

1- Covid-19 e alteração do sono: Uma nova rotina nos foi imposta com a pandemia e desorganizou o nosso dia a dia. Isolamento social, vida em quarentena, ansiedade e incertezas. Precisamos, mesmo dentro desse novo contexto, reconstruir a rotina, nos apropriando da nova situação. Horários bem definidos nos ajudam a funcionar melhor. Importante termos horário para acordar, para as refeições, para o trabalho, para as pausas e para dormir. Um exemplo disso é tirar o pijama ao acordar, mesmo ficando em casa o dia todo.

Para quem tem alguma alteração do sono, a chamada higiene do sono é fundamental. De forma resumida esta estratégia conta com a preparação do ambiente para dormir, desacelerar as atividades ao anoitecer e ir para cama quando o sono vier. Tratamentos medicamentosos podem ajudar em alguns casos, mas sempre com orientação médica.

Para indivíduos idosos e com alterações de saúde mental, a rotina também ajuda, tanto no sentindo da organização dos horários, quanto na identificação de padrões ou gatilhos que podem causar alteração do sono. 2- Covid-19 e saúde mental: O isolamento social prolongado e ainda sem data para acabar pode acentuar questões de saúde mental como ansiedade, alterações de sono e solidão entre outras. A comunicação virtual ou, mesmo por telefone, deve ser empregada para a manutenção do cuidado e atenção da família e amigos junto às pessoas idosas. Para quem faz algum tratamento de psicoterapia, ela poderia ser continuada de forma virtual. Importante lembrar também para a continuidade de tratamentos medicamentosos, que podem ser prescritos por meio de telemedicina. Caso sua pergunta não esteja respondida aqui, veja nossa seção de principais dúvidas.

Posts recentes

Ver tudo

Boletim Duv-idoso 26/11/2020

1- Covid-19 e idosos/ILPI (“casas de repouso”): A idade acima de 60 anos é um dos fatores para estar no grupo de risco. Mas isto não significa que o idoso seja o principal transmissor da doença. O

Boletim Duv-idoso 25/11/2020

1- Covid-19 e sintomas mais frequentes: Os sintomas mais frequentes são: febre (atenção neste ponto, porque a pessoa idosa pode não apresentar febre), tosse seca, cansaço, falta de apetite, dores no c

Boletim Duv-idoso 24/11/2020

1- Covid-19 e pessoas em tratamento de câncer em casa: A redução do fluxo de pessoas é fundamental. Tente organizar a escala de funcionários que reduza ao máximo este movimento. Para contatos mais pró

  • Facebook
  • Instagram